Processos mais eficientes a um custo econômico? Sim, você pode.

O mercado oferece excelentes ferramentas para ajudar a quem sabe onde quer chegar.

 

Em seu dia a dia de trabalho você sofre uma série de pressões que exigem o constante aprimoramento dos serviços da TI, obrigando sua área a inovar sempre. E, reforçando a necessidade de você permanentemente se reinventar, surgem a cada momento novas tecnologias que você precisa conhecer.

 

imagem-artigo-4-simbolos

 

No caso dos responsáveis pela TI de uma empresa, essa atualização é uma condição essencial para que consiga entregar soluções de modo rápido e eficiente, com as respostas requeridas pelas áreas de negócio – e, se possível, surpreendendo-as positivamente. Só assim seu trabalho será reconhecido como estratégico para os resultados da empresa. 

Esse reconhecimento, entretanto, não se dá tão obviamente como seria de se esperar em tempos de transformação digital. Recente pesquisa do Gartner entrevistando 90 CEOs de empresas de tecnologia mostra que 68% deles têm como prioridade a expansão da empresa, mas somente 26% deles veem como prioritário o aprimoramento de processos de negócio. Isso revela o grau do descompasso entre o desejo de crescimento e a percepção (correta) de que melhores processos impulsionam maiores receitas. 

Um exemplo: uma empresa de serviços de tecnologia, oferecendo ao mercado uma excelente arquitetura corporativa, fechava negócio 90% das vezes em que apresentava prova de conceito ao possível novo cliente. O que fazer para se expandir no mercado? A ideia do CEO era contratar mais profissionais, para apresentar provas de conceito a um maior número de potenciais clientes. Em vez disso, o Gartner recomendou a criação de uma prova de conceito online, para autoatendimento. Dessa forma, sem limites no número de apresentações, a taxa de fechamento de negócios passou a ser de 65%, e foi possível à empresa dar conta de um número muito maior de atendimentos sem novas contratações. 

 

Modo de fazer  

Um atributo-chave da inovação em processos de negócios é o desenvolvimento de processos automatizados escaláveis, que permitem maior crescimento no longo prazo. A prioridade, tanto nos processos de front-office (como vendas e marketing), quanto nos processos de back-office (como contabilidade, finanças e recursos humanos) deve ser sempre o desenvolvimento dos processos escaláveis.   

Sem automação, a otimização de processos se torna uma tarefa praticamente impossível.  E há ferramentas certas para diferentes tipos de automação de processos. 

As soluções RPA (Robotic Process Automationsão um modo eficiente de você rapidamente agilizar os processos repetitivos, e uma boa maneira de iniciar uma estratégia de automação de longo prazo. Funcionalidades presentes em soluções RPA para automação de processos são capazes de executar atividades operacionais de rotina, ligadas a processos burocráticos.  

Com essas soluções você emula ações humanas tanto em tarefas determinadas como nas diferentes etapas de processos mais complexos. Isso inclui, por exemplo, a resposta automática a e-mails, o processamento on-line de ordens de compra, a categorização de chamados de suporte, o gerenciamento de folhas de pagamento ou a transferência de dados entre diferentes sistemasentre muitas outras possibilidades. 

De acordo com publicação da Forrester Research, o RPA seria uma abordagem tática, para “aliviar as dores” de um processo penoso, enquanto o BPM (Business Process Management) tem como objetivo modernizar, e continuamente aprimorar, processos de negócios. 

O conceito de DPA (Digital Process Automation) pode ser considerado uma evolução da categoria BPM, expressando a necessidade cada vez maior de automatizar processos, como elemento essencial da jornada das empresas rumo à transformação digital. 

 

Forrester Research diferencia o DPAdeep (um DPA profundo) do DPAwide (um DPA largo), sendo o primeiro destinado a um pequeno e seleto grupo de profissionais de TI altamente qualificados, com foco em processos muito complexos e capazes de determinar onde inovar ou não. Estas soluções DPA-deep também são caracterizadas pelo foco em criar aplicações mais complexas, portanto, um número menor se comparado à DPA-wide. 

DPAwide seria “para as massas”, estendendo o design do processo para além dos pequenos grupos de desenvolvimento altamente qualificados para os usuários corporativos, utilizando plataformas low code, ou mesmo no code. Ou seja, todos podemos nos beneficiar de soluções DPA low-code de automação de processos. Outra característica destas soluções DPA-wide é a escalabilidade, o foco em centenas de aplicações. 

Por dispensarem codificação, essas plataformas não exigem uma alta qualificação em TI do profissional desenvolvedor. E, ainda, assim, permitem mudanças significativas em modelos e procedimentos operacionais – como fluxos de trabalho, regras de negócio, modelos de dados e modelos de decisão, entre outros – influenciando diretamente os processos e resultados operacionais da empresa. 

Ponto é: como ter uma plataforma que sirva tanto aos times de TI (DPA Deep) como para os times de negócios (DPA Wide) ao mesmo tempoUm modelo ideal é a solução Zuri, que resolve de forma simples problemas altamente complexos, tanto para equipes de TI como para equipes de negócios. Profissionais de negócios sem conhecimento em linguagem de programação e desenvolvimento conseguem usar o Zuri para criar sua própria solução de automação de processos de negócios. Ao mesmo tempo, o Zuri também atende equipes de TI, fornecendo criação de aplicações complexas com integrações de sistemas e tudo sob fácil governança seguindo compliance e outras regras de negócios. 

Forrester Research identifica ainda uma outra classe de produtos para automação de processos: DCM (Dynamic Case Management), voltada a ambientes múltiplos, processos específicos caso a caso ou investigações. 

E aconselha: “é importante entender as diferenças entre as tecnologias para a automação de processos. Mas também é importante compreender como elas podem funcionar em conjunto. A Forrester identifica silos de automação sendo criados em empresas – e essa é uma tendência perturbadora. Leve isso em conta”. Plataformas DPA low-code (como a solução Zuri) que sejam integradoras de sistemas é a escolha mais inteligente. 

 

Mais ainda  

Gartner fala em mineração de processos, o que basicamente consiste em descobrir, monitorar e melhorar processos reais (ainda que não sejam processos já formalmente reconhecidos na empresa) extraindo conhecimento dos logs de eventos disponíveis nos sistemas de informações atuais, com mercado global estimado em 160 milhões de dólares em 2018 e com potencial para crescer três ou quatro vezes em apenas dois anos. O conceito de mineração de processos vem se desenvolvendo bastante nos últimos 10 anos, em que surgiram primeiro produtos específicos, e, agora, temos soluções DPA e RPA que nos fornecem toda visão acerca de gargalos contribuindo para melhoria contínua de forma mais simples, fácil e acessível financeiramente.  

Hoje a mineração de processos se estende à Internet das Coisas (IoT), redes de distribuição de produtos manufaturas e logística, e pode se tornar uma peça importante na transformação digital das empresas. Considera-se que um bom produto de mineração de processos inclua características como análise da interação com clientes para integração a processos internos; análise preditiva; painéis com indicadores de desempenho atualizados em tempo real e suporte para interação entre diferentes processos de negócios. 

Interessado em saber mais sobre como a transformação digital pode ajudar seu negócio, departamento ou time? Entre em contato com o time da Zuri contato@zuri.wf e acesse www.zuri.wf. 

Solicite seu trial gratuitamente. Conheça e teste a solução Zuri.

 “Marcelo Almeida, Head de Marketing e Vendas”

Referências: 

  1. Tech CEOs: How and When to Improve Business Processes to Enable Scalable Growth, Gartner, junho de 2019. Analistas: Arthur Villa, Neil McMurchy 
  2. RPA, DPA, BPM, And DCM Platforms: The Differences You Need To Know,  Forrester Research, março de 2019, por Craig Le Clair 
  3. Market Guide for Process Mining, Gartner, junho de 2019. AnalistaMarc Kerremans 

Quer saber mais?

Estamos à sua disposição para conversarmos sobre como Zuri pode alavancar os seus projetos!